São Paulo
Local:
Instituto Tomie Ohtake
Rua Coropé, 88
Pinheiros - São Paulo
(11) 3814-0705
Horário:
das 11h às 20h
$
Grátis
Artes Visuais, Exposição
Tomie Ohtake Brasa Rubor

Um círculo vermelho. Encontro de uma cor primária com a mais elementar das formas da geometria euclidiana. Apenas isso. Ou tudo isso.

Para os geômetras, um círculo é uma ideia abstrata sempre pronta para usar. Para que ele exista e esteja em discussão, basta que se diga: “um círculo”. E há artistas que empregam os círculos, quadrados e outras formas dessa mesma maneira, retirando-os de uma prateleira de ideias plásticas conhecidas e disponíveis. Para Tomie Ohtake, no entanto, um círculo precisa ser conquistado, traçado como se estivesse sendo feito pela primeira vez. Nas primeiras décadas de sua produção (anos 1950 e 1960), ele emerge aqui e ali, pontualmente, além de insinuar-se em algumas curvaturas e pinceladas; depois (décadas de 1970 e 1980), começa a aparecer pela metade, delineando trechos de formas e composições; em seguida (1990 em diante), torna-se mais e mais presente, englobando pinturas inteiras em uma miríade de texturas, vibrações, brilhos e contornos. O círculo – forma sintética que condensa infinitas associações (planetas, organismo, células, estrelas, espíritos, divindades, afetos…) – é seu destino.

O vermelho também se inunda de simbolismos. Em sentido estrito, poderia até ser o que enxergamos em determinado intervalo de frequências do espectro eletromagnético da luz, mas é muito mais, antes e depois disso. No Japão, onde nasceu Tomie Ohtake, vermelho chama-se “aka”, cujo ideograma alude à fogueira que arde em brasas.
No caso do Brasil, a nação deve seu nome à vermelhidão da madeira cujo pigmento assemelha-se ao queimar do fogo. Para a língua espanhola, vermelhidão tem relação com enrubescer: resultado do sangue que sobe à superfície da face em razão da intensidade dos esforços físicos ou das emoções. Uma cor, portanto, que se nomeia por analogias e metonímias do calor. Essa digressão acerca do teor evocativo da cor é pertinente à poética de Tomie Ohtake, pois para ela as cores sempre transbordaram o seu entendimento como fenômeno físico e visual.

Esta exposição é um ensaio sobre a capacidade de Tomie Ohtake de expandir o sentido das formas e cores mais elementares. Sua capacidade de – sem nomear ou descrever figuras específicas – permear suas pinturas e gravuras de uma enorme gama de sentidos evocativos.

Essa capacidade decorre da implicação do corpo e do gesto como veículos para o fazer artístico. Expande-se, ainda, pela gama de associações sinestésicas e simbólicas que nós, o público, carregamos em nossas memórias atávicas. Nesse enlace, a pesquisa pictórica de Tomie Ohtake, eminentemente abstrata, trança, mesmo em imagens aparentemente similares como as aqui reunidas, um variado repertório de atmosferas que abrangem do calor à imensidão; do silêncio ao erotismo.

Um círculo vermelho. O óvulo e a supernova. O começo e o fim.

Até 28 de abril 
De terça a domingo, das 11h às 20h

Envie para um amigo!

Cinema
O Cinema Fantástico de Juliana Rojas | Terças de Cinema
Cinema
O Cinema Fantástico de Juliana Rojas | Terças de Cinema
Nas terças de junho, o Itaú Cultural abre espaço para apresentar parte das obras da roteirista e diretora brasileira Juliana Rojas. Além de trabalhos dignos de destaque e premiados no mundo todo, como os longas-metragens As Boas Maneiras (2017), Sinfonia da Necrópole (2016) e Trabalhar Cansa (2011), o evento conta com uma entrevista especial com […]
LOCAL
Cinema
Cinema em Transe
Cinema
Cinema em Transe
De 22 a 30/6 o CCSP apresenta uma série de debates e uma mostra de filmes que coloca em foco as experiências e as dificuldades em torno da comunidade LGBTQIA+, com foco na comunidade trans. Em sessão fechada para convidadxs, exibimos Bixa Travesty, de Kiko Goifman e Claudia Priscilla, apresentado no festival de Berlim 2018, […]
LOCAL
Cinema
Apollo 13 @ Mostra Fronteiras Finais
Cinema
Apollo 13 @ Mostra Fronteiras Finais
Indicado a 9 Oscars, o clássico dirigido por Ron Howard recria o suspense e o heroísmo de um dos episódios mais marcantes da história do programa espacial. Depois de uma explosão que danifica o módulo de comando da missão lunar Apollo 13, os engenheiros da NASA tentam criar uma estratégia para trazer os três astronautas […]
LOCAL
MúsicaNoite
Bocato @ Free.Ta Jazz
MúsicaNoite
Bocato @ Free.Ta Jazz
COM SHOW do #BOCATO e CERUTO #CUBAJAZZ Show dançante, músicas calientes , salsa, mambo, merengue, afoxés e afro sambas em JAZZ ++++ SHOW: Vinicius Chagas 4teto PROGRAMACÃO::: 22h00 Abertura da Casa 23h00 SHOW do Vinicius Chagas Trio 01h00 SHOW do BOCATO e Ceruto Cuba – Jazz 03h40 Djs Tocando Jazz// Grooves// Afrobeats// Funk soul até […]
LOCAL
CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: