São Paulo
Rapidinha com o Uia: Lucas Santtana
Por: Uia Diário
22 de março de 2018


Lucas Santtana é um dos artistas mais inventivos da nossa cultura contemporânea. Multi-instrumentista, cantor, compositor e produtor musical, tocou com Chico Science e Nação Zumbi, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Marisa Monte, compôs trilhas para filmes, dirigiu espetáculos, entre outras coisas que a gente adora acompanhar, porque sempre nos levam a incríveis experiências e novos entendimentos sobre onde a arte pode chegar.

Natural de Salvador (BA), Lucas hoje vive em São Paulo e lançou em 2017 seu sétimo álbum, “Modo Avião” (Natura Musical). O trabalho une música e literatura, cinema e quadrinhos, contou com a colaboração do escritor J. P. Cuenca e do quadrinista Rafael Coutinho e propõe uma audição imersiva dos sons e textos, que navegam por questões como ansiedade, solidão e relações humanas. Um convite muito bem-vindo nesses tempos de hiperconectividade.

É o show desse disco que ele apresenta no próximo dia 1º de abril, no Auditório Ibirapuera. Mas claro que, além das composições que integram o álbum, ele vai interpretar canções de outros trabalhos que marcaram sua carreira, como “Amor em Jacumã” e “Lycra Limão”.

Fizemos uma Rapidinha com ele:

Uia: Qual a boa em São Paulo?
Lucas Santtana: Alimentar-se de cultura.

Uia: E uma roubada?
LS: Estar na rua na hora do dilúvio.

Uia: Uma trilha sonora pra São Paulo.
LS: Streets bloom.

Uia: Qual o último show que você viu na cidade?
LS: Baleia.

Uia: E último filme que assistiu?
LS: Amantes por um dia, de Phillipe Garel.

Uia: O que te tira o sono em SP?
LS: Poluição.

Uia: Alguma solução pra voltar a dormir em paz?
LS: Uma noite de sexo gostoso

Uia: Um rosto e/ou voz pra São Paulo.
LS: Elza Soares.

Uia: Um espetáculo que você gostaria de ver na cidade.
LS: Revolta Lilith, na Casa do Povo.

Uia: Qual bairro você homenagearia numa canção?
LS: Santa Cecília.

Uia: Uma frase que defina São Paulo.
LS: “Comida é cultura e vai ser consumida enquanto rola solta a boa prosa desmedida”.

Envie para um amigo

Cinema
Pixote: a lei do mais fraco
Cinema
Pixote: a lei do mais fraco
Pixote (Fernando Ramos da Silva) foi abandonado por seus pais e rouba para viver nas ruas. Ele já esteve internado em reformatórios e isto só ajudou na sua “educação”, pois conviveu com todo os tipos de criminosos e jovens delinquente. Ele sobrevive se tornando um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino, mesmo tendo apenas […]
LOCAL
Teatro
O PIROTÉCNICO ZACARIAS – MURILO RUBIÃO 100 ANOS
Teatro
O PIROTÉCNICO ZACARIAS – MURILO RUBIÃO 100 ANOS
A nova montagem do grupo teatral mineiro Giramundo aproxima o teatro de bonecos do cinema e da animação, integrando imagens reais e imagens pré-gravadas. Marionetes, máscaras, sombras e filmes, imersos no realismo mágico de Murilo Rubião, questionam a possibilidade de compreensão da realidade e comemoram 100 anos de nascimento do autor.
LOCAL
Artes Visuais
Exposição À Nordeste
Artes Visuais
Exposição À Nordeste
À Nordeste procura entrecruzar reflexões sobre o Brasil a partir da produção simbólica do Nordeste numa perspectiva de suas singularidades regionais e da radicalidade de sua dimensão sensível. Um olhar sobre a história da região que revela dimensões vertebrais da formação e da contemporaneidade do Brasil e de suas infinitas pluralidades. Reunindo um conjunto significativo […]
LOCAL
Artes VisuaisExposição
Os anos em que vivemos em perigo
Artes VisuaisExposição
Os anos em que vivemos em perigo
A exposição Os anos em que vivemos em perigo, com curadoria de Marcos Moraes, propõe uma reflexão sobre a arte brasileira da segunda metade da década de sessenta, com suas diversidades de atmosfera marcadas pela presença do perigo e da ameaça, promovendo uma articulação com exposições que, há 50 anos, direcionaram as investigações artísticas de […]
LOCAL
CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: