São Paulo
Rapidinha com o Uia: Elohim Barros
Por: Uia Diário
04 de janeiro de 2018


elohimElohim Barros é uma das pessoas responsáveis por encontrar e transformar, há cerca de quatro anos, o predinho que hoje conhecemos como Farol, que já abrigou e ainda abriga uma série de iniciativas suuuuper bacanas de São Paulo, ali na região do Anhangabaú.

A mais conhecida delas é a Balsa, aquela casa de encontros (como eles preferem chamar) linda e acolhedora, que tem o bar e o rooftop mais charmosos da capital – na nossa opinião e de muita gente – e promove festas, eventos e shows no melhor estilo “sala de casa”, que aquecem a alma e colorem nossa vida bem no coração da selva de pedra que é o Centrão da cidade. Há alguns meses, o espaço começou também a abrir todas as quintas-feiras para aquele happy-hour necessário na chegada do final da semana.

Além de gerenciar a Balsa, junto com sua esposa e também designer Renata Mein, Elohim é uma espécie de síndico do predinho – que já foi sede do Uia e abrigou no terceiro andar o estúdio onde gravamos por um tempo o nosso programa de rádio, o Uia no Ar. E como todo bom síndico, ele sabe das coisas legais e chatas de um lugar como ninguém. Confere nossa Rapidinha com ele:

Uia: Qual a boa em São Paulo?
Elohim Barros: Os lugares abertos. Ficamos muito tempo enfiados nas nossas bolhas. A cidade está se abrindo cada vez mais e para todos, temos que aproveitar e ocupar esses espaços para eles seguirem abertos. O carnaval de Rua é um bom exemplo.

Uia: E uma roubada?
EB: Tudo que é caro só porque é Hype ou porque usa o $$ para selecionar o público.

Uia: Uma trilha sonora pra São Paulo.
EB: Todas! Eu normalmente escuto músicas com baixão, tipo funk, reggae, hip-hop e rock, mas São Paulo encaixa em qualquer estilo.

Uia: Qual o último show que você viu na cidade?
EB: Jackie Robinson acústico na Balsa.

Uia: E o último filme que assistiu?
EB: Mother (tenho sentimentos mistos sobre ele).

Uia: O que te tira o sono em SP?
EB:  Gente que apesar de viver na maior cidade da América do Sul e ser obrigada a interagir com toda essa variedade de seres humanos, não consegue ter empatia pela diferença. Gente que não consegue ceder nem um pouquinho para favorecer uma outra classe.

Uia: Alguma solução pra voltar a dormir em paz?
EB: A mistura, os encontros… o povo precisa conhecer e aprender a respeitar as pessoas que pensam e são diferentes.

Uia: Um rosto e/ou voz pra São Paulo.
EB: Difícil… Um rosto paulista que quase sempre me agradou foi o da Rita Lee. Sempre fui muito fã também do Angeli e da Laerte, acho que o humor é fundamental nas críticas que precisam ser feitas.

Uia: Um espetáculo que você gostaria de ver na cidade.
EB: The Meters e Neil Young.

Uia: Qual bairro você homenagearia numa canção?
EB: O Centro.

Uia: Uma frase que defina São Paulo.
EB: Existem muitas São Paulos dentro de São Paulo.

Envie para um amigo

Artes VisuaisExposição
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO
Artes VisuaisExposição
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO
Acervo em transformação é o título da exposição de longa duração da coleção do MASP. Os trabalhos são expostos nos cavaletes de cristal — placas de vidro encaixadas em um bloco de concreto. Os cavaletes de cristal ficam dispostos em fileiras na sala ampla, livre de divisórias, do segundo andar do museu. Retirar as obras […]
LOCAL
CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: