São Paulo
Rapidinha com o Uia: Daniel Daibem
Por: Uia Diário
10 de dezembro de 2017


daniel daibem por alisson loubackDaniel Daibem ficou conhecido pelo grande público quando apresentou o programa Sala dos Professores, da Rádio Eldorado FM, onde explicava como o jazz era feito, de maneira leve e fácil de entender até pro mais leigo dos ouvintes. Não tinha quem não gostasse do programa, que acabou levando Daniel a apresentar outros na TV, no rádio, até na telinha do seu vôo pra algum lugar do Brasil (TAM nas Nuves), e dar aulas em lugares bacanas como a Casa do Saber.

No início de 2018 Daniel vai lançar a série “Auditivos”, pelo Selo Sesc. Serão cinco episódios onde ele, acompanhado de um quinteto, desvenda os fundamentos da linguagem do jazz  de forma didática e divertida – alegria pros saudosos do Sala dos Professores!

Hoje a gente pode encontrá-lo tocando guitarra numa das inúmeras apresentações musicais que faz com seu trio em casas de jazz da cidade ou, se tiver sorte, num ônibus pelos lados da Zona Oeste e Centro – já que ele é um dos maiores entusiastas do uso de transporte público e bicicleta que a gente conhece.

Entre uma atividade e outra, Daniel fez uma Rapidinha com o Uia:

Uia: Qual a boa em São Paulo?
Daniel Daibem: Andar a pé.

Uia: E um programa de índio?
DD: Andar de carro.

Uia: Uma trilha sonora pra São Paulo.
DD: Ficar em silêncio, andando e ouvindo a cidade, que já tem uma paisagem sonora bem ostensiva.
É sério isso, viu?

Uia: Qual o último show que você viu na cidade?
DD: O pianista Leandro Cabral, interpretando as músicas do grupo Headhunters, do pianista Herbie Hancock, no Jazz Nos Fundos.

Uia: E o último filme que assistiu?
DD: “Mother”, de Darren Aronofsky.

Uia: O que te tira o sono em SP?
DD: Qualquer tipo de alarme, desde o Car System até aqueles apitinhos que avisam que tem carro saindo e entrando na garagem. Infortúnios do rodoviarismo, em geral.

Uia: Alguma solução pra voltar a dormir em paz?
DD: A janela anti-ruído me parece uma solução imediatista, que legitima o barulho da cidade. Penso que todas as pessoas deveriam ler o livro “A Afinação do Mundo”, de Murray Shafer. A resposta está lá.

Uia: Um rosto e/ou voz pra São Paulo.
DD: Um rosto mestiço, com a cara de todos que vieram prá cá.
Hoje em dia, a voz do Waze dizendo, “vire prá cá, vire prá lá…”.

Uia: Um espetáculo que você gostaria de ver na cidade.
DD: AC/DC, com o Bon Scott nos vocais. Não vai rolar.

Uia: Qual bairro você homenagearia numa canção?
DD: A Pompeia.

Uia: Uma frase que defina São Paulo.
DD: “Vai desceeeer, motorista!”

(FOTO: Alisson Louback)

Envie para um amigo

CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: