São Paulo
Rapidinha com o Uia: Daniel Daibem
Por: Uia Diário
10 de dezembro de 2017


daniel daibem por alisson loubackDaniel Daibem ficou conhecido pelo grande público quando apresentou o programa Sala dos Professores, da Rádio Eldorado FM, onde explicava como o jazz era feito, de maneira leve e fácil de entender até pro mais leigo dos ouvintes. Não tinha quem não gostasse do programa, que acabou levando Daniel a apresentar outros na TV, no rádio, até na telinha do seu vôo pra algum lugar do Brasil (TAM nas Nuves), e dar aulas em lugares bacanas como a Casa do Saber.

No início de 2018 Daniel vai lançar a série “Auditivos”, pelo Selo Sesc. Serão cinco episódios onde ele, acompanhado de um quinteto, desvenda os fundamentos da linguagem do jazz  de forma didática e divertida – alegria pros saudosos do Sala dos Professores!

Hoje a gente pode encontrá-lo tocando guitarra numa das inúmeras apresentações musicais que faz com seu trio em casas de jazz da cidade ou, se tiver sorte, num ônibus pelos lados da Zona Oeste e Centro – já que ele é um dos maiores entusiastas do uso de transporte público e bicicleta que a gente conhece.

Entre uma atividade e outra, Daniel fez uma Rapidinha com o Uia:

Uia: Qual a boa em São Paulo?
Daniel Daibem: Andar a pé.

Uia: E um programa de índio?
DD: Andar de carro.

Uia: Uma trilha sonora pra São Paulo.
DD: Ficar em silêncio, andando e ouvindo a cidade, que já tem uma paisagem sonora bem ostensiva.
É sério isso, viu?

Uia: Qual o último show que você viu na cidade?
DD: O pianista Leandro Cabral, interpretando as músicas do grupo Headhunters, do pianista Herbie Hancock, no Jazz Nos Fundos.

Uia: E o último filme que assistiu?
DD: “Mother”, de Darren Aronofsky.

Uia: O que te tira o sono em SP?
DD: Qualquer tipo de alarme, desde o Car System até aqueles apitinhos que avisam que tem carro saindo e entrando na garagem. Infortúnios do rodoviarismo, em geral.

Uia: Alguma solução pra voltar a dormir em paz?
DD: A janela anti-ruído me parece uma solução imediatista, que legitima o barulho da cidade. Penso que todas as pessoas deveriam ler o livro “A Afinação do Mundo”, de Murray Shafer. A resposta está lá.

Uia: Um rosto e/ou voz pra São Paulo.
DD: Um rosto mestiço, com a cara de todos que vieram prá cá.
Hoje em dia, a voz do Waze dizendo, “vire prá cá, vire prá lá…”.

Uia: Um espetáculo que você gostaria de ver na cidade.
DD: AC/DC, com o Bon Scott nos vocais. Não vai rolar.

Uia: Qual bairro você homenagearia numa canção?
DD: A Pompeia.

Uia: Uma frase que defina São Paulo.
DD: “Vai desceeeer, motorista!”

(FOTO: Alisson Louback)

Envie para um amigo

Artes Visuais
Exposição À Nordeste
Artes Visuais
Exposição À Nordeste
À Nordeste procura entrecruzar reflexões sobre o Brasil a partir da produção simbólica do Nordeste numa perspectiva de suas singularidades regionais e da radicalidade de sua dimensão sensível. Um olhar sobre a história da região que revela dimensões vertebrais da formação e da contemporaneidade do Brasil e de suas infinitas pluralidades. Reunindo um conjunto significativo […]
LOCAL
Artes VisuaisExposição
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO
Artes VisuaisExposição
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO
Acervo em transformação é o título da exposição de longa duração da coleção do MASP. Os trabalhos são expostos nos cavaletes de cristal — placas de vidro encaixadas em um bloco de concreto. Os cavaletes de cristal ficam dispostos em fileiras na sala ampla, livre de divisórias, do segundo andar do museu. Retirar as obras […]
LOCAL
CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: