Porto Alegre
Local:
Gravador Pub
Rua Conde de Porto Alegre, 22
Porto Alegre
Horário:
das 21h às 23h59
$
R$25,00
Música, Show
Wander Wildner

Wander Wildner apresenta o show de lançamento de seu novo disco “O Mar vai muito mais alem no meu olhar” no Gravador Pub em Porto Alegre no dia 24 de maio sexta as 21h, acompanhado de Fred Vittola na bateria, Clauber Scholles no baixo e Rust Costa na guitarra. O show de abertura é da banda RVST, composta por Rust C (voz e guitarra), Taisa E (segunda voz), Clauber S (guitarra), Dado V (baixo) e Cesar C (bateria), que está lançando o Familiar Signs EP. Foto de Fernanda Chemale
INGRESSOS NA HORA $25
RESERVAS PELO FONE 51999755450

Ouça e/ou compre virtualmente o disco novo no link abaixo
https://wanderwildner.bandcamp.com/album/o-mar-vai-muito-mais-ale-m-no-meu-olhar

OCEÂNICO
O Mar Vai Muito Além no Meu Olhar, novo disco do eterno e agradavelmente surpreendente Wander Wildner, é oceânico, transatlântico, translúcido, libertador. As canções desse novo álbum são como embarcações que se lançam ao mar em busca de um porto seguro, isto é, um par de ouvidos atentos às melodias e versos forjados ao sabor das marés. No novo trabalho, Wander dribla rótulos, disfarça influências sob novas matizes sonoras, espalha insinuações de independência, a independência libertária que tem guiado seus passos na música e na vida cotidiana, o que para Wander Wildner representam a mesma coisa. O novo disco é pop sem ser, é rock sem explicitar isso necessariamente. O Mar Vai Muito Além no Meu Olhar é um disco essencial no sentido de que é muito mais que um disco que se faz necessário ouvir mas, semanticamente, ele é a essência. A temática marítima, ou seja, o caráter de infinitude, que permeia o disco nos leva às raízes: viemos do mar há milhões de anos e, como o Ismael de Herman Melville em Moby Dick, nos fazemos ao mar sempre que o tédio terrestre nos atinge com o peso do rompimento de uma barragem de rejeitos tóxicos.
O mar purifica, renova crenças e esperanças, ensina que o caminho está sempre aberto às almas independentes e livres que não temem a força das ondas. “Edito passados / Agarro o aqui e agora”, entoa Wander Wildner em seu novo disco, em uma canção redentora e de busca de novas expectativas. As referências explícitas remetem aos tempos em que havia (ainda) bandas (boas bandas!): “os Beach Boys eram uma banda que eu gostava”. O Mar Vai Muito Mais Além No Meu Olhar revela mais uma vez um Wander Wildner sempre em transformação. No caso de Wander Wildner, definir seu trabalho todo como um eterno work in progress não é nenhum exagero. O novo disco abre paisagens de libertação desde a abertura com Éter na Mente passando por A Dança de Tudo, Campeche Beach, desaguando na mântrica Imagination e na releitura de Caminando y Cantando. As canções de O Mar Vai Muito Mais Além No Meu Olhar funcionam como botes salva-vidas para quem está existencialmente à deriva. Abraçar-se a elas quando a barra pesa é garantia 1000 por cento de que você estará a salvo.

Envie para um amigo!

CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: