Porto Alegre
Local:
KZA TEREZINHA
Rua Santa Terezinha, 711
Porto Alegre
Horário:
20h
$
R$40
Ingresso
Teatro
Malone Morre

MAS PARA QUE SERVE TUDO ISSO?
A Cambada de Teatro em Ação Direta Levanta FavelA com vida… para o novo Espetáculo de vivência MALONE MORRE livremente inspirado em texto homônimo de Samuel Beckett.
“Todos nós nascemos loucos. Alguns permanecem”
A loucura, os limites humanos, a falta de esperança e de sentido, a morte iminente, a decadência da burguesia em um mundo vazio de razão de ser ameaçado por bombas atômicas, a guerra contra os nazistas, o fim do poder europeu e a hecatombe nuclear.

Qual a origem da loucura?

“Finalmente serei natural, sofrerei mais, ou menos, sem tentar tirar conclusões, prestarei menos atenção em mim, não mais serei quente nem frio, serei morno, morrerei morno, sem entusiasmo. Não vou ficar me olhando morrer, isso estragaria tudo. Por acaso fiquei me olhando viver? Me queixei alguma vez? Então para que me alegrar agora? Estou contente, não há outro jeito, mas não a ponto de bater palmas. Sempre vivi contente, sabendo que seria reembolsado” Samuel Beckett.

Temporada de estreia: 13, 14, 15, 18, 19, 20, 21 e 22 de dezembro sempre às 20h
Classificação: 16 anos

INGRESSOS:
Bilheteria do local a partir das 19h:
MEIA-ENTRADA: R$20 (estudantes, idosos, classe artística e movimentos sociais)
INTEIRA: R$ 40
Online ou via inbox na página do grupo.

Ficha técnica:
Roteiro, encenação, cenografia, figurinos, adereços, música original, pesquisa e divulgação: Criação Coletiva
Iluminação: Allan Castro
Assessoria teórica: Ana Eberhardt
Atuação: Alana Sprada, Danielle Rosa, Erick Flores, Lorena Longaray, Sandro Marques e Vitor Machado.
Sonoplastia: Ketelin Abbady e Rafael Gil, Pâmela Bratz e Douglas Ferreira
Contrarregragem: Coletiva
Costura: Oficina de costura D’lu
Fotografia: Erick Peres
Vídeo: Bárbara Ferraz e Raquel Basilone
Esculturas: Núbia Quintana
Produção: Levanta Favela Produções artísticas Ltda.

O Espetáculo é dedicado à memória do companheiro de luta Carlos Henrique.

Viva a rebeldiA…, viva a desobediênciA… SE FERE NOSSA EXISTÊNCIA, SEREMOS RESISTÊNCIA… A CAMBADA VIVE!

Texto via Facebook

Envie para um amigo!

CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: