Porto Alegre
Local:
Sala Álvaro Moreyra
Avenida Erico Veríssimo, 307
Porto Alegre
Horário:
das 20h às 21h
$
de R$10,00 a R$20,00
Teatro
Estava em minha casa e esperava que a chuva viesse

|| Estava em minha casa e esperava que a chuva viesse ||

Temporada Novas Caras

O espetáculo teatral “Estava em minha casa e esperava que a chuva viesse” foi selecionado para uma temporada no projeto Novas Caras, promovido pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre. O coletivo atemporal, que nasceu dentro da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, vai apresentar o espetáculo na sala Álvaro Moreyra, nos dias 7, 14, 21 e 28 de maio de 2019, sempre às 20h.

| SINOPSE |
Três corpos em suspensão: mulheres não nomeadas. Todas, as três, muito parecidas em uma espera ininterrupta pelo Irmão Mais Novo, que deixou a casa e ainda não regressou. “Estava em minha casa e esperava que a chuva viesse” é uma livre adaptação da obra de Jean-Luc Lagarce, cujas narrações da realidade se confundem com devaneios, imaginações, invenções quaisquer, coisas de vossas cabeças. A espera pode ter fim, ou pode custar uma vida.

| FICHA TÉCNICA |
Elenco: Bruna Johann, Jaqueline Mayer e Savana Flores
Direção: Gustiele Fistarol
Cenografia: Coletivo atemporal
Figurinos: Coletivo atemporal
Iluminação: Cássio Azeredo
Foto de capa: Rodrigo Waschburguer

| SERVIÇO |
• O quê – Espetáculo teatral “Estava em minha casa e esperava que a chuva viesse”
• Quando – Dias 14, 21 e 28 de maio, sempre às 20h.
• Onde – Sala Álvaro Moreyra, Porto Alegre.
• Ingressos – R$20,00 inteira, R$10 meia entrada (estudantes e classe artística).
• Classificação indicativa – 14 anos.

A bilheteria estará aberta uma hora antes das apresentações do espetáculo.

| APOIO |
Coordenação de Artes Cênicas – Secretaria Municipal da Cultura

Envie para um amigo!

CATEGORIAS
Contato
para dicas:
para anunciar: