Local:
Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149
Bela Vista - São Paulo
(11) 3251-0696
Horário:
das 11h às 20h
$
Grátis
Dança, Exposição
Ocupação Grupo Corpo

A Ocupação Grupo Corpo encerra a programação de 2015, no Instituto Itaú Cultural, da série de exposições nesse formato. Marca, ainda, a sequência de comemorações, neste ano, pelas quatro décadas de existência da companhia mineira de dança durante as quais produziu mais de 35 espetáculos, visitou mais de 40 países e contou com a participação de mais de cem bailarinos.

 

Com curadoria de Paulo Pederneiras, diretor geral do Corpo, em parceria com o Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural, a Ocupação em sua homenagem segue aberta ao público até 17 de janeiro e apresenta essa trajetória em fotografias e audiovisuais. Trata-se da 27ª mostra da série, que será retomada em fevereiro de 2016 em homenagem ao cineasta Luis Sérgio Person.

 

O espaço expositivo para as mostras dessa série, alocado em 130 metros quadrados do Piso Paulista, o térreo da casa, abriga mais de mil fotos. Logo na entrada da exposição, o visitante é recebido com imagens trabalhadas profissionalmente nesses 40 anos por Jose Luiz Pederneiras para cada novo espetáculo. Inicia-se, assim, o percurso que, até o fim, comporá a história do grupo. No interior do espaço, outras fotografias testemunham o dia-a-dia dos ensaios, apresentações e viagens da equipe. Formando um mosaico da história pessoal e íntima do Corpo, a sua peculiaridade é terem sido feitas pelos diferentes integrantes que passaram pelas diversas formações da companhia e pertencem aos seus arquivos pessoais. Elas forram as quatro paredes laterais internas do lugar em backlight, e são entremeadas por 24 tablets com projeções também pertencentes a esses acervos caseiros.

 

No centro, seis nichos acolhem aparelhos que exibem audiovisuais com trechos de espetáculos e registros dos bastidores de cada apresentação. Uma projeção, situada em uma antessala, revela o vocabulário corporal usado entre os bailarinos, enfatizando o compasso da dança que é marca registrada do Corpo. Nela, uma bailarina faz uma demonstração dos passos usados em algumas das coreografias do grupo, sugerindo um convite ao visitante para ensaiar com ela ali mesmo.

 

Dessa forma, a harmonia e o sentimento de unicidade que transpassa os espetáculos, em que música, coreografia, cenografia, luz e figurino parecem ter sido criados e executados por uma única pessoa se reflete nos bastidores e no dia-a-dia de seus integrantes, construído com profissionalismo, afeto e respeito.

 

Programação paralela
O Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural formatou, ainda, uma programação paralela que estende a homenagem da exposição com um debate com José Miguel Wisnik, no próprio dia 5 (sábado), às 20h, na Sala Itaú Cultural. Ele compôs quatro trilhas originais para o Grupo Corpo, em parcerias com Tom Zé, Caetano Veloso e Carlos Nuñez, e fala de sua experiência. Esta mesa tem participação de Rodrigo Pederneiras, coreógrafo da companhia.

 

No dia 6, às 16h, na Sala Multiuso, é realizada a mesa Percursos para a dança em grupo – Vozes dissonantes, com a diretora do Núcleo Artérias Adriana Grechi, o coreógrafo, diretor artístico e bailarino do Grupo Cena 11 Cia. de Dança Alejandro Ahmed, a jornalista e diretora de programação do Corpo Claudia Ribeiro, o diretor da Qualquer um dos 2 Companhia de Dança, de Pernambuco, Jailson Lima e o próprio Paulo Pederneiras. Eles compartilham experiências sobre modos de produção e suas poéticas, e sobre quais distinções e intersecções que emergem da diversidade e como afetar e ser afetado por elas. Nesse mesmo dia 6, mas às 19h, é apresentado na Sala Itaú Cultural o espetáculo Para sempre teu, da Qualquer um dos 2.

 

Até 17 de janeiro
terça a sexta, das 9h às 20h [permanência até as 20h30]
sábado, domingo e feriado, das 11h às 20h

Envie para um amigo!

Artes VisuaisMúsica
Desenho Cego Coletivo
20h
Artes VisuaisMúsica
Desenho Cego Coletivo
Desenho cego coletivo é o projeto de sobreposição midiática de Carlos Dias. Suas apresentações são sessões de desenho realizadas pelo artista com os olhos vendados. São convidados a participar da ação outros artistas e frequentadores da oficina, que são estimulados a interferir no processo criativo utilizando linguagens como a música e a produção de outros […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Happy Hour
Garotas no Poder
das 19h às 23h
Grátis
Happy Hour
Garotas no Poder
Garotas brilhando (como sempre) na nanopista do Mandíbula. No som, com seus discos mais matadores, e instrumentista e DJ Bibiana Graeff. Nas paredes, as ilustras preciosas da Camila Gray. É girl power, é só acerto. Novidade! Vai rolar pré lançamento da websérie As Mina Tudo!
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Música
Natália Matos
21h
R$ 20
Música
Natália Matos
Natália Matos leva ao Centro Cultural São Paulo (CCSP), o show de lançamento do seu segundo álbum Não Sei Fazer Canção de Amor. O trabalho tem produção de Léo Chermont (Duo Strobo) e direção artística de Carlos Eduardo Miranda. Numa atmosfera dançante, a artista e sua banda colocam o amor pra jogo e se divertem […]
LOCAL
HORÁRIO
$
R$ 20
FestaMúsica
Big Pacha @ Lançamento do Clipe Suor
20h
Grátis
FestaMúsica
Big Pacha @ Lançamento do Clipe Suor
Festa de Lançamento Oficial do nosso primeiro vídeoclipe e single, SUOR! Totalmente repaginado com cheiro de 2018. Exibição exclusiva e em primeira mão do clipe e do show da Big Pacha (Black Papa). Nas picapes o DJ Vinicius Lezo trazendo o melhor do Funk-Soul-Groove.
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
- Mais Uia -
17/09/2015
UiaTV – Rodrigo Campos
Por: Alice Coutinho
No quarto vídeo do UiaTV, Rodrigo Campos finaliza as gravações de seu novo disco Conversas com Toshiro no estúdio da yb music, e fala sobre o processo de criação do disco. Direção, vídeo e edição: Murilo Alvesso Agradecimento: yb music
23/06/2015
Cícero
Por: Ana Clara Martins Tenório
Em uma sexta feira fria na capital de São Paulo, o teatro do SESC Pinheiros era certeza de ser um dos locais mais calorosos para a noite do dia 19 de abril.   Com ingressos esgotados desde o dia de início das vendas, o cantor Cícero apresentou seu novo trabalho intitulado “A Praia” (2015), mas […]