Local:
MASP
Avenida Paulista, 1578
Bela Vista - São Paulo
(11) 3251-5644
Horário:
das 10h às 18h (quintas: até as 20h)
$
R$ 35 (inteira); R$ 17 (meia-entrada); Grátis às terças
Ingresso
Artes Visuais, Exposição
Imagens do Aleijadinho

Imagens do Aleijadinho é uma das exposições que abrem o programa do MASP em 2018 , ano dedicado às histórias afro-atlânticas, com exposições, seminários, programas de mediação e publicações em torno das trocas culturais entre a África, a Europa e as Américas. Essa é a primeira exposição monográfica no Museu dedicada à obra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho ( 1738 -1814 ), e é um fato significativo que ela ocorra no contexto desse eixo de programação.

A figura do Aleijadinho, filho de um artífice português e de sua escrava, alforriado pelo pai, inaugura um modelo de mulatismo e mestiçagem que constituiu um dos modos de compreensão da contribuição africana para a cultura brasileira — um modelo que, embora polêmico, é fundamental para a história da arte brasileira ao longo dos séculos. Profissionalmente ativo de meados do século 18 ao início do século 19 , durante o ciclo do ouro em Minas Gerais, o Aleijadinho é o autor de uma série de obras realizadas em igrejas mineiras a pedido de ordens terceiras e que formam um dos principais conjuntos de arte religiosa executados no Brasil, incluindo a igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto e os Passos da Paixão de Cristo e os Profetas em Congonhas. Figura central na história da arte no país, sua obra foi influenciada pela arte barroca e rococó europeia e também absorveu referências da visualidade africana e popular.

A exposição reúne 37 esculturas devocionais cuja autoria foi atribuída ao Aleijadinho ou a sua oficina por diferentes especialistas ou pela tradição em diferentes momentos. Essas obras pertencem a acervos de museus, igrejas e coleções particulares. Chama-se “escultura devocional” à imagem destinada à veneração direta do fiel, em contexto público ou privado, diferenciando-a, na totalidade das obras do Aleijadinho, da escultura monumental e das imagens inseridas nos conjuntos de talha ornamental. Essas esculturas foram originalmente executadas para retábulos, oratórios e andores, dos quais a maioria, ao longo do tempo, se perdeu. Elas foram produzidas num momento histórico marcado pela rápida urbanização na região de mineração, o que levou à diversificação das atividades culturais, com presença massiva da população negra e mestiça, contabilizando 80% do total populacional em 17 76 . Nesta época, muitos dos artífices em atividade eram negros ou mestiços, e assistiu-se a uma ampla circulação de objetos de origem africana bem como ao fluxo de artesãos da Bahia, centro receptor da herança cultural africana.

Na exposição, além das esculturas do Aleijadinho, um conjunto de obras de outros autores faz referência à figura, à obra ou ao contexto do mestre mineiro, tais como mapas de Minas Gerais e Vila Rica no século 18 , gravuras de viajantes estrangeiros que passaram pela região no início do século seguinte, imagens de fotógrafos que registraram suas obras e trabalhos de artistas que foram influenciados por sua arte ou que se referem a ela na produção moderna e contemporânea.

Até 3 de junho
De terça a domingo, das 10h às 18h; quintas das 10h às 20h

Envie para um amigo!

Cinema
2ª Mostra Sesc de Cinema Paulista
Diversos horários
Grátis
Cinema
2ª Mostra Sesc de Cinema Paulista
Com exibições de filmes selecionados em São Paulo para participarem da fase estadual da Mostra Sesc de Cinema que geralmente não chegam ao circuito comercial, a Mostra busca ser um espaço de lançamento e promoção dos realizadores e suas obras. Reflete o hibridismo das produções inscritas e constrói um panorama dessa recente produção audiovisual independente. […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Artes VisuaisExposição
Exposição Mapeamento Gráfico Popular, de Filipe Grimaldi
das 11h às 20h
Grátis
Artes VisuaisExposição
Exposição Mapeamento Gráfico Popular, de Filipe Grimaldi
O Red Bull Station recebe quatro trabalhos selecionados por meio de edital para ocupar os ateliês do prédio. Entre os projetos inscritos na segunda edição da Ocupação está “Mapeamento Gráfico Popular”, de Filipe Grimaldi. Esta exposição é resultado do trabalho realizado pelo letrista e designer durante o programa. MAPEAMENTO GRÁFICO POPULAR, por Filipe Grimaldi Através […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Teatro
Edward Bond Para Tempos Conturbados
21h
de R$ 7,50 a R$ 25
Teatro
Edward Bond Para Tempos Conturbados
Com uma narrativa fragmentada composta de cenas interdependentes e núcleos performáticos, a obra, livremente inspirada nas peças e nos manifestos, poesias e textos não-teatrais do dramaturgo contemporâneo inglês Edward Bond, pretende refletir sobre as injustiças e processos de desumanização da nossa sociedade. Elenco: Alice Morena, Fernando Melvin, João Sant’Anna, Leonardo Bianchi, Lívia Feltre, Susanna Kruger Direção: […]
LOCAL
HORÁRIO
$
de R$ 7,50 a R$ 25
Música
Guizado
21h30
de R$ 6 a R$ 20
Música
Guizado
Em 2018, o disco Punx, álbum de estreia da carreira do trompetista e compositor Guilherme Menezes, o Guizado, completa 10 anos. Foi com esse disco que o artista chamou a atenção da mídia e do público para seu som cheio de hibridismos originais, que representa a multiplicidade de tons da cidade de São Paulo, criando […]
LOCAL
HORÁRIO
$
de R$ 6 a R$ 20
- Mais Uia -
17/09/2015
UiaTV – Rodrigo Campos
Por: Alice Coutinho
No quarto vídeo do UiaTV, Rodrigo Campos finaliza as gravações de seu novo disco Conversas com Toshiro no estúdio da yb music, e fala sobre o processo de criação do disco. Direção, vídeo e edição: Murilo Alvesso Agradecimento: yb music
23/06/2015
Cícero
Por: Ana Clara Martins Tenório
Em uma sexta feira fria na capital de São Paulo, o teatro do SESC Pinheiros era certeza de ser um dos locais mais calorosos para a noite do dia 19 de abril.   Com ingressos esgotados desde o dia de início das vendas, o cantor Cícero apresentou seu novo trabalho intitulado “A Praia” (2015), mas […]