Horário:
Diversos horários
$
de R$ 0 a R$ 36
Ingresso
Cinema
FIM CINE – Festival Internacional de Mulheres no Cinema

Aqui Começa o FIM – Festival Internacional de Mulheres no Cinema. Alinhado com agendas públicas nacionais e internacionais de equidade de gênero no cinema, o Festival traz em sua primeira edição mostras competitivas nacional e internacional de longas-metragens exclusivamente dirigidos por mulheres, mostras especiais e ações de formação e debate que fortalecem o protagonismo feminino nas telas e atrás das câmeras.

A sigla FIM não surge por acaso. O Festival quer o fim da sub-representatividade feminina no cinema, estimulando o começo de um novo ciclo com maior espaço para as mulheres de todas as etnias e de diferentes regiões do Brasil e do mundo.

O Festival traz Zezé Motta como a grande homenageada desta primeira edição, com seu carisma e talento precursor no fortalecimento do protagonismo da mulher negra diante das câmeras e apresenta sessão especial de Xica Da Silva [1976], filme emblemático de sua carreira, seguido de debate com a presença da atriz. A escolha de Zezé Motta como símbolo dessa primeira edição é emblemática, pois aponta para outras preocupações fundamentais do Festival. A primeira delas é o desejo de ir além da abrangência geográfica, contemplando talentos e narrativas que tragam à cena a diversidade étnica, cultural, social de nosso país e do mundo.

As mostras competitivas nacional e internacional trazem cineastas mulheres de várias partes do Brasil e do exterior, suas escolhas temáticas e abordagens singulares. A comissão curatorial responsável pela seleção das mostras do FIM é coordenada por Beth Sá Freire e tem como integrantes Andrea Cals e Juliana Vicente, mas é o público quem indica os filme vencedores dos prêmios de R$ 15 mil para as competitivas nacional e internacional votando ao fim de cada sessão. Para completar, a Mostra Lute Como Uma Mulher apresenta um conjunto de possibilidades de resistência política, social e afetiva, e o Fogo que Não se Apaga traz obras de cineastas que mantêm com o cinema um caso de amor eterno. As sessões do FIM acontecem no Cinesesc e Espaço Itaú de Cinema Augusta.

Experimentalismo, narrativa linear, documentário, ficção ou mesmo a ruptura da fronteira entre ambos: as mulheres podem tudo como diretoras, desde o assunto que abordam até a forma narrativa que exploram. A pluralidade está com presente também nas diferentes gerações das diretoras selecionadas, mesclando jovens talentos e trajetórias consagradas.

O festival promove ainda cursos e masterclasses onde profissionais mulheres com vasto conhecimento nas áreas de criação, produção, distribuição, crítica, política e pensamento compartilham generosamente sua experiência. Com inscrições abertas a realizadoras, pesquisadoras e público interessado no universo do cinema, a ação é fruto de parceria com o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

Assim, a região da avenida Paulista torna-se durante uma semana espaço de fruição, aprendizado e debate sobre a presença feminina no cinema nacional e internacional.

O FIM – Festival Internacional de Mulheres no Cinema é uma iniciativa da Casa Redonda realizada em parceria com a Associação Cultural Kinoforum, com o apoio do Sesc São Paulo e do Grupo Mulheres do Audiovisual Brasil, formado por mais de 18 mil participantes. O Festival é patrocinado pela Avon, por meio do FAMA – Fundo Avon de Mulheres no Audiovisual, iniciativa da empresa com foco na equidade de gêneros no setor audiovisual brasileiro.

Confira a programação completa no site fimcine.com.br.

Envie para um amigo!

Teatro
O Caderno Rosa de Lori Lamby @ Teatro na Mário
19h
Grátis
Teatro
O Caderno Rosa de Lori Lamby @ Teatro na Mário
Quase vinte anos depois de sua estreia, a peça entra em cartaz novamente na Biblioteca Mário de Andrade com atuação de Iara Jamra e direção de Bete Coelho. Foi Caio Fernando Abreu, conta Hilda, quem primeiro sugeriu a ida da pequena Lorí para os palcos. A atriz Iara diz que o escritor e amigo serviu […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Happy Hour
Prata da Casa
18h (entrada até as 22h)
Grátis
Happy Hour
Prata da Casa
Começo de semana e aquela playlist envenenada pra dar coragem de viver. Rock, punk, pós-punk, rap e um tanto mais de sons na caixa. Sem DJ, mas com gim tônica tinindo e cerveja trincando.         #happyhour #grátis #sãopaulo #hoje #agenda #agendacultural 
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Música
Fabienne Magnant
19h
Grátis
Música
Fabienne Magnant
Violeira e Violonista de Paris, Fabienne Magnant fez várias viagens ao Brasil, que influenciou diretamente em sua trajetória musical. Nestas viagens, estudou e trabalhou com Guerra Peixe e Baden Powel, entre outros. No repertório, Fabienne transita entre composições dos seus 4 CDs, além de músicas de Nazareth, Garoto, Marco Pereira e Gerardo Nuñez. O show […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Teatro
Epidemia Prata
20h
Grátis
Teatro
Epidemia Prata
Na madrugada do dia 16 de outubro de 2016 o coletivo de artistas e educadores (Cia Mungunzá de Teatro) aportou/ocupou com 10 contêineres marítimos um terreno público em desuso na Região Central de São Paulo. Motivados pela construção de novos formatos de convivência, o grupo criou o “Teatro de Contêiner Mungunzá”. Lugar de utopia. Em […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
- Mais Uia -
17/09/2015
UiaTV – Rodrigo Campos
Por: Alice Coutinho
No quarto vídeo do UiaTV, Rodrigo Campos finaliza as gravações de seu novo disco Conversas com Toshiro no estúdio da yb music, e fala sobre o processo de criação do disco. Direção, vídeo e edição: Murilo Alvesso Agradecimento: yb music
23/06/2015
Cícero
Por: Ana Clara Martins Tenório
Em uma sexta feira fria na capital de São Paulo, o teatro do SESC Pinheiros era certeza de ser um dos locais mais calorosos para a noite do dia 19 de abril.   Com ingressos esgotados desde o dia de início das vendas, o cantor Cícero apresentou seu novo trabalho intitulado “A Praia” (2015), mas […]