Local:
Choque Cultural
Rua Medeiros de Albuquerque, 250
Vila Madalena - São Paulo
(11) 3061-2365
Horário:
das 11h às 18h
$
Grátis
Artes Visuais, Exposição
Exposição Daniel Melim – Só Foi Isso Que Sobrou

Num momento em que a política encontra-se num beco escuro e sujo, a arte pode nos ajudar a vislumbrar saídas iluminadas. Com esse espírito, Melim se concentrou na produção dos grandes trabalhos que expõe, agora, em São Paulo.

Para o artista, o momento exige a participação de todos no debate sobre o futuro que estamos construindo. Formado na cultura punk e no ambiente operário de São Bernardo, cidade industrial e berço do movimento sindical no Brasil, Melim não esconde suas raízes. Pelo contrário, prefere reforçar o seu ativismo político independente e próximo de causas libertárias. Nesse mês, por exemplo, participa de exposição no Museu da Diversidade Sexual e produz um grande Mural na USP, celebrando o feminismo. 

Para essa exposição na Choque Cultural, Melim apresenta um conjunto de pinturas-murais – como a “Foi Só Isso Que Sobrou ” , que tem dois metros e meio de altura por três metros de comprimento ou A “Jardim Limpão” de um metro e meio por cinco metros.

É uma escala de pintura impressionante, que nos sensibiliza pela força das imagens impressas mas, ao mesmo tempo, nos cativa pela elaboração cuidadosa em cada centímetro de tela. O artista utiliza muitos recursos inventados, recolhidos da sua vivência no graffiti: escorridos, texturas e ruídos visuais, sombras de desenhos a lápis, figuras pinceladas, imagens pintadas com spray e estêncil. 

São trabalhos mais viscerais que Melim nos propõe. Uma tonalidade mais agressiva e irônica pode ser percebida no sentido panfletário da tela “Chão de Fábrica”, no quase sarcasmo da “Manipulação de Massas” ou na contundência direta da imagem do policial rasgando a declaração dos direitos humanos. 

Nessa exposição, o artista não faz nenhuma concessão e não alivia pra ninguém: Melim subverte o senso da publicidade e dá um propósito verdadeiramente político aos mais banais símbolos pop.

Até 28 de abril
De terça a sábado, das 11h às 18h

Envie para um amigo!

Música
Aniel Someillan
19h
Grátis
Música
Aniel Someillan
Aniel Someillan é contrabaixista cubano radicado no Brasil desde 2014. Formado no Conservatório Nacional de Música Amadeo Roldán (Havana, CU). Apresenta ao público o seu projeto de jazz latino, ”El Quilombo”, uma pesquisa que desenvolveu baseada na integração das sonoridades dos países afro-ocidentais. Aniel Someillan – baixo acústico e elétrico Oscar Aldama – piano Rodrigo […]
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Happy Hour
Prata da Casa
18h (entrada até as 22h)
Grátis
Happy Hour
Prata da Casa
Começo de semana e aquela playlist envenenada pra dar coragem de viver. Rock, punk, pós-punk, rap e um tanto mais de sons na caixa. Sem DJ, mas com gim tônica tinindo e cerveja trincando.         #happyhour #grátis #sãopaulo #hoje #agenda #agendacultural 
LOCAL
HORÁRIO
$
Grátis
Música
Solaris @ Sem Palavras
20h
de R$ 15 a R$ 50
Música
Solaris @ Sem Palavras
Em vez de um artista, são quatro grupos que tomam conta do Segundamente em junho, todos integrantes da fervilhante cena instrumental que vem crescendo em São Paulo nas últimas décadas. Hoje é a vez do projeto solo do baterista Richard Ribeiro, que explora canções e silêncios enquanto toca bateria, xilofone e outros instrumentos à sua mão. […]
LOCAL
HORÁRIO
$
de R$ 15 a R$ 50
Teatro
LEOPOLDINA, INDEPENDÊNCIA E MORTE
20h
R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia-entrada)
Teatro
LEOPOLDINA, INDEPENDÊNCIA E MORTE
O espetáculo recria momentos do período em que a Imperatriz Leopoldina, esposa de Dom Pedro I, viveu no Brasil. Em três fragmentos, que passam pela sua chegada no país, em 1817, até à véspera de sua morte, aos 29 anos, em 1826, a montagem joga luz à importância decisiva dessa personagem no processo de independência […]
LOCAL
HORÁRIO
$
R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia-entrada)
- Mais Uia -
17/09/2015
UiaTV – Rodrigo Campos
Por: Alice Coutinho
No quarto vídeo do UiaTV, Rodrigo Campos finaliza as gravações de seu novo disco Conversas com Toshiro no estúdio da yb music, e fala sobre o processo de criação do disco. Direção, vídeo e edição: Murilo Alvesso Agradecimento: yb music
23/06/2015
Cícero
Por: Ana Clara Martins Tenório
Em uma sexta feira fria na capital de São Paulo, o teatro do SESC Pinheiros era certeza de ser um dos locais mais calorosos para a noite do dia 19 de abril.   Com ingressos esgotados desde o dia de início das vendas, o cantor Cícero apresentou seu novo trabalho intitulado “A Praia” (2015), mas […]